parallax background

Tremores nas pálpebras: sinal de estresse?

live marcia-peltier
Ao vivo com Márcia Peltier – A saúde dos olhos em tempos de Pandemia
27/11/2020
Esclarecendo mais dúvidas em oftalmologia
Como prevenir doenças oculares por faixa etária?
09/12/2020
 

Estas perguntas foram formuladas pelo Observatório da Saúde RJ, entidade voltada para análise, discussão e propostas para melhorar os cuidados com a saúde da população de modo geral, e mais especificamente, com aquelas que dependem fundamentalmente do Sistema Público de Saúde.


1. Tremor nos olhos pode ser sinal de estresse?

Dr. Miguel Padilha Na verdade tais tremores não se manifestam propriamente nos olhos, mas sim no músculo orbicular, que faz parte das pálpebras superior e inferior. Eles ocorrem de forma totalmente involuntária, produzindo contraturas deste músculo e são o resultado de descargas do sistema nervoso simpático. Podem também aparecer em alguns outros músculos como na parte interna das coxas. O portador destes tremores não consegue impedi-los que ocorram e, felizmente, não costuma ser sinal de alguma doença grave.

Estão associados a quadros de estresse, ansiedade, cansaço ocular, algum distúrbio neurovegetativo, provocando desde tremores muito leves, quase imperceptíveis, brandos a algumas formas mais desconfortáveis.


2. Além de estresse, quais outros motivos podem levar uma pessoa a apresentar tremores na pálpebras?

MP Alguns tipos de medicamentos, como beta-agonistas, citarabina, haloperidol, cafeína, fraqueza muscular, hipertireodismo, labirintite podem eventualmente ocasionar a manifestação destes tremores. Na verdade existe um tremor fisiológico que em certas ocasiões pode ser exacerbado quando em situações de extrema ansiedade, enquanto em outras, ele pode ocorrer de forma totalmente descontrolada.



Leitura recomendada: Controvérsia: descriminalização do uso de drogas no Brasil?

3. Minha pálpebra começou a tremer. O que fazer instantaneamente?

MP Uma simples compressa fria ou gelada é suficiente para arrefecer tal alteração. Na maioria dos casos estes tremores tendem a durar poucos minutos e desaparecem expontaneamente.


4. Como é possível controlar o tremor nas pálpebras?

MP Quando eles se tornam recorrentes e trazem algum tipo de debilidade do paciente para conviver com eles, há necessidade de se recorrer a um neurologista para estabelecer a conduta correta. Dependendo da intensidade e dos transtornos que possam acarretar para seus portadores, o médico irá prescrever ansiolíticos leves ou drogas mais eficazes, e adequadas para cada situação. Felizmente, na grande maioria dos casos, o tratamento surte bom efeito e é suficiente para impedir maiores danos para a saúde destes pacientes.


Pela jornalista Fernanda Machado (OS)

Foto: Francesca Zama / Pexels



Dr. Miguel Padilha
Dr. Miguel Padilha
Membro do Observatório da Saúde e Membro da Comissão de Ética do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.