parallax background

Prevenir é o melhor (e mais barato) remédio

presbiopia
Presbiopia: qual a solução?
13/09/2016
cirurgia refativa
Cirurgia Refrativa
08/03/2017
 

Você sabia que, em famílias onde há uma predisposição para doenças coronarianas ... câncer de cólon ... diabetes ... glaucoma ... as chances destas doenças aparecerem mais frequentemente entre seus descendentes aumenta enormemente?


U ma maneira de se lidar com elas, preventivamente, é se submeter periodicamente a exames que permitam diagnosticá-las precocemente. Uma colonoscopia a partir dos 40 anos e repetida a intervalos de 5 ou 10 anos (na dependência da orientação do gastroenterologista) será o suficiente para monitorizar as condições do trato intestinal de quaisquer indivíduos.

Um recente survey demonstrou, surpreendentemente, que 68% dos mais de 11 mil entrevistados em vários países do mundo, alegam ter conhecimentos sobre a saúde dos olhos, porém apenas 21% fizeram exames oftalmológicos regulares nos últimos 5 anos. Entre os que não fizeram exames oftalmológicos regularmente, 65% justificaram que não experimentaram qualquer sintoma que os motivasse a ir ao oftalmologista e 60% porque enxergam bem.

Corroborando um fato já constatado na maioria dos consultórios médicos, 94% dos oftalmologistas concordam que as mulheres cuidam melhor dos olhos do que os homens. As mulheres adotam mais medidas de proteção do que os homens, como o uso de óculos escuros (81% versus 77%), uma dieta saudável (82% versus 75%) e não fumam (79% versus 73%).

Poderíamos enumerar uma série de distúrbios e doenças oculares que não provocam grandes sintomas ou dão sinais, e que só um exame detalhado poderá detectar a sua presença: ambliopia, astigmatismo e certos graus de hipermetropia, alterações derivadas de retinopatia diabética, arteriosclerose, retinose pigmentar, glaucoma, neurites ópticas, etc. Como regra vale:


A partir dos 40 anos é fundamental um exame oftalmológico anual.

Ao nascer, se pais ou pediatras notarem qualquer comportamento anormal dos olhos do bebê, este deve ser examinado pelo especialista de imediato. Também no momento da escolaridade, um exame completo deve ser feito para se diagnosticar a presença de miopia, hipermetropia, astigmatismo, ambliopia.


Dr. Miguel Padilha
Dr. Miguel Padilha
Membro do Observatório da Saúde e Membro da Comissão de Ética do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.